O velho e a jovem

Há alguns meses uma amiga minha estava triste devido a um amigo dela que havia falecido, ela é uma pessoa especial para mim, então decidi montar um conto para tentar alegra-la, gostaria de compartilhar esse conto aqui.

 

Caminhando pela cidade um senhor de idade viu uma jovem tristonha sentada em um banco na praça em que ele caminhava.
O velho se aproximou da jovem.
– Por que desse olhar melancólico?
A jovem, de cabeça baixa, respondeu:
– A tristeza assola meu coração, você senhor, que és tão vivido, sabe qual o sentido da vida?
O velho sentou-se no banco ao lado da jovem
– O sentido da vida é algo inexplicável, para cada pessoa há um motivo diferente. Isso é algo que devemos procurar nós mesmos.
– Senhor, não sei como procurar? E além do mais, como isso curará meu coração?
O velho homem olhou para o céu, contemplando através das folhas do Ipê Rosa o céu azul.
– Você sabe no fundo como começar a procura, você possui todo o material para isso, sentimentos, gostos, sonhos e principalmente pessoas que sempre estarão a seu lado. E sobre a cura da
dor, bem isso é algo que irá cicatrizar com o tempo, já vivi muito, vi parentes e amigos morrerem, a morte de minha esposa foi a dor mais terrível que passei, porém, com o tempo, percebi que enquanto essas pessoas estiverem em minha memória e em meu coração nunca estarão realmente mortas, as lembranças de todos eles são o remédio que cicatriza o coração.
– Minha mente está confusa, não consigo pensar, não consigo sentir nada além de tristeza.
O senhor se ajeitou no banco
– Jovenzinha, o que atrapalha seus pensamentos não é só a dor, as boas lembranças vem e vão em meio a essa tristeza, não deixe isso na cabeça, jogue as memórias para o coração e a tristeza se dissipará.
– Como faço isso?
– É mais simples do que parece, junte todas as boas memórias e sorria, mesmo que no começo seja forçado, logo ele virará verdadeiro e aí você saberá que você as guardou no coração.
A jovem levantou a cabeça
– Então assim as levarei para o resto da vida?
– Elas serão imortais, portanto que sempre lembre delas com alegria, pois isso que aqueles que se foram desejam, que você seja feliz, que siga sua vida e seus sonhos, eles serão eternamente gratos por todo o carinho que dedicou a eles, e as boas memórias que eles deixam são uma maneira de recompensar tudo isso, é uma maneira de você achar alegria nos momentos difíceis, elas te mostrarão que nunca estará sozinha, sempre terá alguém junto a você, te darão lições de vida e te ajudarão a moldar a pessoa que você vai ser.
– Então o que devo fazer?
– Viva, você não deve esquecer dos que amou, porém não deixe a tristeza que veio junto a morte destes atrapalhá-la, o importante é o agora e o amanhã, o passado é um local que você tira lições da vida e lembra de bons momentos, como um baú. Agora minha jovem, vá pra casa, fique junto de sua família, saia com os amigos e sempre lembre-se do que te ensinei aqui.
– Sempre lembrarei, levarei uma vida feliz e darei orgulho a todos, vivos ou mortos, pois eles que me tornaram o que sou. O mínimo que posso fazer por eles é honrar sua memória. Agora senhor, se me der licença voltarei para casa.
A garota levantou-se e foi para sua casa, levando com si tudo o que o senhor a ensinou.
O Velho olhou para o céu e pensou consigo mesmo “que um dia minha jovem, passe isso adiante, como meu pai me passou”

Anúncios

Por que devo ler?

Como diz Tyrion Lannister em As crônicas de gelo e fogo:

“O homem que lê vive várias vidas antes de morrer. O homem que não lê vive apenas uma”

A leitura é uma forma de viver novas experiências, fazer você conhecer mundos totalmente novos, ela eleva sua criatividade, seu raciocínio e abre portas para ver o mundo de uma maneira totalmente diferente.

Também pode ser vista como uma forma de terapia, a leitura atinge a alma, relaxa e ao mesmo tempo te torna uma pessoa melhor.

Aqueles que detêm o conhecimento alcançam muito mais do que aqueles que não o buscam, conseguem muito mais na vida.

O livro melhora muitas coisas, escrita, produção de textos, abre portas para todas as áreas de conhecimento além, claro, de te tornar uma pessoa melhor, ela te mostra novos caminhos, te dá assunto para conversas e ajudam na conquista de seus sonhos.

“Sentimos muito bem onde a nossa sabedoria começa onde a do autor termina, e gostaríamos que ele nos desse respostas, quando tudo que ele pode fazer é dar-nos desejos” – Marcel Proust

 

(Martin, George R. R. A filosofia de Tyrion Lannister. São Paulo: Leya, 2013 )

(Proust, Marcel. Sobre a leitura. Campinas: Pontes, 2003)